Aval do Estado: Madeira sem garantia, avança para o empréstimo

Agostinho Silva/Patrícia Gaspar

O Governo da República não emitiu, até hoje, nenhuma resposta aos insistentes pedidos da Madeira para a concessão de um aval do Estado para o empréstimo de 458 milhões de euros. Segundo apurou o JM, o Governo Regional vai avançar na mesma com o empréstimo, mesmo que isso acarrete uma sobrecarga de 6 milhões de euros, a acrescentar aos encargos calculados com o aval do Estado.

Recorde-se que a Região Autónoma obteve já a autorização da Assembleia da República para avançar com o empréstimo como forma de fazer face às despesas com a pandemia. O Governo da República descontou o valor das tranches envolvidas na moratória ao empréstimo do PAEF e fixou o limite nos 458 milhões de euros.

Conforme o JM já noticiou, 27 instituições financeiras manifestaram interesse em financiar a RAM, sendo que 23 dessas propostas colocaram como condição a existência de um aval do Estado.

O aval do Estado não representa nenhum encargo para o Governo da República, mas mesmo assim o Executivo de Miguel Albuquerque ficou sem resposta