Covid-19: Queda do PIB confirma quebra "muito acentuada" da atividade

Lusa

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, disse hoje que a quebra de 16,5% do PIB no segundo trimestre “confirma o que já se sabia”, ou seja, "uma queda muito acentuada da atividade económica".

De acordo com os dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o PIB caiu 16,5% no segundo trimestre do ano face ao mesmo período de 2019, e 14,1% em cadeia - relativamente ao primeiro trimestre do ano -, devido aos efeitos económicos da pandemia de covid-19.

“É uma quebra de PIB que confirma aquilo que já se sabia, que nós tivemos nos meses de abril e maio uma queda muito acentuada da atividade económica, com uma quebra muito acentuada do consumo privado, uma quebra do investimento, mas sobretudo uma grande quebra das exportações. São estes fatores, sobretudo a queda das exportações que explicam a queda do PIB no segundo trimestre”, disse Siza Vieira aos jornalistas.