Ronaldo oferece camisolas a médicos cubanos que lutaram contra a covid-19 em Itália

Esta quarta-feira, um grupo de médicos cubanos recebeu, da parte de Cristiano Ronaldo e da Juventus, camisolas autografadas pelo astro português como forma de agradecimento pela luta contra a covid-19 em Itália.

O grupo de médicos fazem parte da Brigada Henry Reeve, dada em muitas ocasiões como candidata ao Prémio Nobel, e estiveram três meses em solo italiano.

Foram entregues 38 camisolas aos médicos cubanos que, para além do autógrafo do Cristiano, tinham uma mensagem de Cristiano Ronaldo, segundo a Prensa Latina, com a inscrição: "Siiiii, para os médicos de Cuba".

Durante a sua estadia em Itália, os médicos cubanos trataram de cerca de 300 mil doentes com covid-19, tendo sido desenvolvido uma relação de cooperação que tem sido alvo de destaque no meio das equipas de saúde italianas.

A Itália, recorde-se, é um dos países mais afetados por esta pandemia no Mundo.