Viaturas para o Rali da Calheta já estão na RAM (com fotos)

Já se encontram em solo madeirense as viaturas para o Rali da Calheta que vai para a estrada nos próximos dias 17 e 18 de julho.

Recorde-se que, conforme já tinha noticiado o JM, este Rali contará com a presença de três dos mais destacados pilotos nacionais da modalidade.

Na prova estará Armindo Araújo, atual líder do Campeonato de Portugal de Ralis, antigo campeão mundial e cinco vezes campeão nacional, em Skoda Fabia R5 Evo, com que venceu o Rali Serras de Fafe e Felgueiras deste ano.

Outro antigo campeão nacional, José Pedro Fontes, alinhará nesta organização do Club Sports da Madeira com o seu Citroën C3 últimas evoluções.

Bruno Magalhães também estará na Calheta para antecipar o Rali Vinho da Madeira e para readquirir o ritmo competitivo. O piloto que já venceu por quatro vezes a mais importante prova do calendário regional e foi vice-campeão europeu em 2017, ao volante do único Hyundai i20 R5 oficial no nosso país.

Outra presença de destaque na prova calhetense será a de Pedro Almeida que estreará na ilha o Peugeot 208 Rally4, a nova máquina da casa francesa para a modalidade.

Com a presença assegurada destes credenciados pilotos continentais e com a certeza das participações do Campeão Regional Alexandre Camacho, que estreará a sua nova viatura, o Citroen C3 e do ex-campeão regional e sempre candidato ao título, Miguel Nunes, em Skoda Fabia R5, está assegurada grande competitividade e muita luta pela vitória, como nunca antes se registou numa prova do Campeonato Regional.

Antevendo que muitos milhares de adeptos se deslocarão ao Concelho da Calheta, para assistir a este “aperitivo” para o Rali Vinho da Madeira 2020, o Clube Organizado, o Club Sports da Madeira e o Patrocinador Oficial, a Câmara Municipal da Calheta, têm mantido reuniões, com todos os elementos que vão para a estrada, a fim de garantir a segurança do público e concorrentes, nesta fase de desconfinamento monitorizado, onde as regras de controlo sanitário e distanciamento físico e social, têm de ser rigorosamente cumpridas.