Marítimo tira a barriga de misérias

O Marítimo regressou ontem aos triunfos à custa de um golo de Zainadine e um bis de Nanu.

Este é o destaque de hoje do suplemento desportivo, em que a exibição, ainda assim, não deixou totalmente satisfeito o técnico José Gomes: “rematámos ainda pouco à baliza”.

O FC Porto sofreu em Guimarães, mas conseguiu vencer (2-1) e reduzir para um ponto a diferença que o separa do líder Benfica. Para a história fica também o abandono de Marega, autor do golo que se revelaria decisivo, que decidiu sair de campo incomodado com alegados insultos racistas oriundos da bancada.

Nos destaques da 'última' de hoje, o empate entre Camacha e Pontassolense deixa tudo na mesma; Nacional falha e abre caminho ao Marítimo nos juvenis; Madeira SAD não resiste e está fora da Europa no andebol.

Leia mais na edição impressa desta segunda-feira do seu JM.