Xavi revela ter sido convidado para treinar o FC Barcelona

Lusa

O ex-futebolista Xavi Hernández, treinador do Al-Sadd, admitiu hoje ter recebido uma proposta na última semana do FC Barcelona para substituir Ernesto Valverde, mas que a recusou.

“Não a aceitei porque me pareceu muito precipitada”, disse o antigo futebolista do FC Barcelona, clube em que fez praticamente toda a carreira de jogador, desde criança, e pelo qual ganhou tudo.

O antigo médio, que no final da carreira saiu para o Al-Sadd, do qual é agora treinador, reconheceu a oferta e que a mesma lhe foi apresentada pelo secretário técnico Eric Abidal e pelo diretor geral Óscar Grau.

Xavi disse ainda que o seu sonho continua a ser o de “treinar um dia o FC Barcelona”, mas entende que ainda não chegou o momento.

Valverde foi despedido na segunda-feira, dias depois dos catalães serem eliminados nas meias-finais da supertaça espanhola, e o clube anunciou quase de imediato a contratação de Quique Setién.

“Gosto de ver Setién como treinador do FC Barcelona, pela sua forma de trabalhar. Espero que tenha êxitos”, acrescentou Xavi.