Há quem faça parte da Administração e Comissão Executiva do União sem saber

Jaime Gouveia, que assume a presidência do Conselho de Administração do União SAD, já havia recusado abordar o quotidiano unionista com o JM, alegando ter sido surpreendido com os recentes acontecimentos que o levaram a assumir a liderança do emblema. Mas ninguém terá tido maior surpresa do que Nélio Marques, que nem foi questionado sobre o assunto e integra não só o Conselho de Administração, como a Comissão Executiva.

Nélio Marques, glória do futebol unionista, ao contrário do que o JM escreveu, não teceu quaisquer considerações sobre este assunto. Mas, sabe o JM que não terá mesmo sido consultado sobre uma eventual integração na estrutura da SAD do clube azul-amarelo, nem está ao corrente de qualquer processo.

Portanto, a informação de que seria um dos vogais do Conselho de Administração e Comissão Executiva terão acabado por surpreender o ex-capitão do União, bem como todos os que o rodeiam.

Estes primeiros dias dos novos responsáveis do clube, aliás, têm sido algo confusos. Depois de Jaime Gouveia ter admitido ao JM desconhecer as razões que motivaram o cancelamento das inscrições de Sérgio Nóbrega e Fernando Ramos Gomes na FPF, o clube explica hoje que o caso não passou de um mal-entendido dos serviços administrativos, que solicitaram a inscrição dos elementos da Comissão Executiva [Nélio Marques é um dos seus constituintes, mas desconhece-se se tenha sido também referenciado] sem terem sido cumpridos “alguns formalismos”.

Jaime Gouveia desconhecia a anulação bem como os motivos da mesma, tal como Sérgio Nóbrega, que já havia informado a estrutura que iria sentar-se no banco de suplentes, pelo que o erro, a ter havido, não se terá restringido somente a quem trata de questões administrativas.

Resta perceber ainda se os “formalismos” que alega a nova administração da agremiação, deverão prender-se também com a substituição de Nélio Marques, mais conhecido como Nelinho.