Zenit organizou festa de despedida para Danny

Daniel Faria

O clube russo do Zenit São Petersburgo, onde Danny esteve durante nove temporadas, organizou a festa de despedida do luso-venezuelano com ligações à Madeira esta quinta-feira.

Num evento que decorreu esta quinta-feira no Manege Square na Rússia, assistiu-se a uma despedida emotiva, com muita gente a convergir para o local - algumas dezenas - idolatrando o jogador e ex-capitão da formação russa.
«Os adeptos do Zenit ficarão para sempre no meu coração. Vivi muitos anos em São Petersburgo, vocês sabem que tenho uma tatuagem com uma vista da cidade, portanto São Petersburgo ficará não só no meu coração, mas também na minha pele», disse Danny na ocasião.
Por outro lado, Sergei Fursenko, presidente do Zenit, elogiou o português, classificando-o como «uma lenda».
«Hoje dizemos adeus a uma lenda do Zenit. Danny é um exemplo de coragem e profissionalismo: qualquer um no seu lugar, depois de sofrer tantas lesões sérias, já teria desistido há muito do futebol», afirmou o dirigente.
Danny recebeu um troféu pelos nove anos de dedicação ao clube e teve ainda direito a um busto que será colocado no museu no Zenit.
O jogador realizou nove épocas ao serviço do Zenit, tendo realizado 247 jogos e marcado 67 golos ao serviço da equipa de São Petersburgo.
Recorde-se que o médio português tem sido ligado a um regresso ao Marítimo.