Jorge Casquilha deixa comando técnico do União

Raul Caires

Jorge Casquilha deixou o comando técnico do União, segundo revelou o clube através de um comunicado publicado nas redes sociais, no final de domingo.

“O União da Madeira informa que acordou a saída do treinador Jorge Casquilha e da sua equipa técnica, deixando estes de pertencer aos quadros técnicos do Clube”, lê-se no num comunicado publicado na página oficial do facebook emblema azul e amarelo.

“Subjacente a esta decisão estão motivos pessoais e familiares inultrapassáveis invocados pelo treinador”, justifica o clube, que remata a nota endereçando "os votos das maiores felicidades pessoais e profissionais" aos técnicos.

Jorge Casquilha foi contratado para assumir o comando técnico do União no início de janeiro último, para substituir Filipe Rocha, que havia sido despedido no mês anterior devido aos maus resultados da equipa.

O técnico natural de Torres Novas assumiu o comando da equipa à 22.ª jornada, e entrou com o "pé direito", já que União venceu o Freamunde por 2-1, jogo que representou o início da segunda volta da II Liga.

Na altura, a equipa madeirense ocupava o 11.º lugar e somava 28 pontos, mais três que o Sporting B e Gil Vicente que ocupavam os lugares com obrigação de disputa, no final da época, do "play-off" da permanência/subida.

Casquilha, que assinou em janeiro um contrato válido por uma época e meia, logrou desde então uma recuperação notável na classificação, como atesta o 3.º lugar e os 64 pontos com que fechou a II Liga, precisamente este domingo, com uma vitória por 2-0 em casa do Leixões.