Geraldes e Luiz Phellype às ordens de Keizer no treino solidário do Sporting

Lusa

Os futebolistas Francisco Geraldes e Luiz Phellype, os primeiros reforços de ‘inverno’ do Sporting, realizaram hoje o primeiro treino com a camisola dos ‘leões’, numa sessão aberta ao público e de cariz solidário.

“Sempre foi esta a minha intenção. Venho com vontade enorme de ajudar o plantel. Sempre quis singrar com esta camisola e agora não é exceção”, afirmou Francisco Geraldes aos jornalistas, após o treino aberto no Estádio de Alvalade, ao qual assistiram 3.100 adeptos.

O médio, de 23 anos, que regressa ao emblema lisboeta após meia época de cedência aos alemães do Eintracht de Frankfurt, não quis abordar as razões que o levaram a sair de Alvalade ainda com José Peseiro ao comando e elogiou as ideias do novo técnico Marcel Keizer.

“É um futebol positivo, já deu para perceber isso. É disso que eu gosto e todos os jogadores gostam de futebol atrativo, de posse. Agora, espero conseguir agarrar as oportunidades”, referiu, considerando que o Sporting tem condições para chegar ao título.

A outra novidade da sessão foi Luiz Phellype, avançado contratado ao Paços de Ferreira, da II Liga: “Se o Sporting me foi buscar é porque acha que eu tenho condições para ajudar. Já dei provas nas I e II Ligas, acho que posso vir ajudar o Sporting a conquistar o que pretende.”

O jogador, de 25 anos, que foi falado como possível alvo também do Benfica, disse que o Sporting “foi o clube que mais interesse demonstrou” na sua contratação e que lhe o fez sentir que “seria uma peça importante” no plantel.

Luiz Phellype disse acreditar que os ‘leões’ têm condições para chegar ao título de campeão nacional com Marcel Keizer ao comando: “Desde que o novo mister chegou, o Sporting mudou de patamar, começou a fazer mais golos e a ganhar mais jogos, e isso agrada a quem gosta de futebol.”

Como tem sido habitual nos últimos anos, para assistir ao treino solidário, os adeptos tinham de levar brinquedos que o Sporting se compromete a distribuir por instituições de apoio a crianças e jovens carenciados.

Na sessão orientada pelo técnico holandês Marcel Keizer, que durou cerca de uma hora, estiveram presentes 26 atletas, que começaram por realizar aquecimento com bola, antes de um exercício de circulação e finalização.

Nani, que realizou treino específico na Academia de Alcochete da parte da manhã, e Battaglia continuam em processo de recuperação das respetivas lesões e não participaram no apronto, tal como Bruno Gaspar, que está a contas com uma gastroenterite. Já Wendel e Montero limitaram-se a fazer corrida no relvado.

Após o desaire em Guimarães (1-0), para o campeonato, o Sporting desloca-se a Santa Maria da Feira, no sábado, para defrontar o Feirense, às 19:45, na terceira e última jornada do grupo D da Taça da Liga.