Modric: “Não me deram nada, tudo o que consegui foi à base do trabalho"

Luka Modric, o vencedor da Bola de Ouro que tem estado nas bocas do mundo, falou em entrevista sobre o caminho “longo e duro” que percorreu até alcançar um dos prémios mais conceituados do futebol mundial a nível individual.

"O caminho foi longo e duro, mas é isso que me faz feliz agora. Por ter passado o que passei. Todos os prémios como o The Best ou a Bola de Ouro sabem melhor quando estás consciente que ninguém te deu nada. A mim não me deram nada, tudo o que consegui foi à base do trabalho", afirmou em entrevista à GQ, revista que será publicada a 20 de dezembro.

"É verdade que tive que fazer muitas coisas para conseguir ganhar três Champions consecutivas e chegar a uma final do Mundial com um país tão pequeno como a Croácia. Só assim os outros se deram conta que o futebol não é só golos, golos e mais golos", acrescentou.

Esta é a primeira vez em dez anos que a Bola de Ouro não é entregue a CR7 ou Lionel Messi. No ano de 2018, Modric venceu a Champions ao serviço do Real Madrid, equipa onde, na altura, jogava, Cristiano Ronaldo. O croata ficou também em segundo lugar do Mundial com a seleção nacional da Croácia.