Peseiro quer encarar jogo a jogo para ir longe na Liga Europa

Lusa

O treinador do Sporting, José Peseiro, quer ir muito longe na Liga Europa em futebol, mas vai encarar jogo a jogo, e o primeiro é já na quinta-feira frente ao Qarabag, para o Grupo E, em Alvalade.

“Temos objetivos nesta Liga Europa, na qual podemos fazer coisas boas. A nossa responsabilidade é encarar a competição com essa vontade, sabendo que a mesma é curta e que não há muita margem de erro. O mais importante é colocar o foco no jogo com o Qarabag, uma equipa que sabemos o que vale, e ganhá-lo com o apoio dos nossos adeptos”, disse José Peseiro, no lançamento da partida frente à equipa do Azerbaijão.

A estratégia que o treinador dos ‘leões’ promete seguir em todas as competições será a de “encarar jogo a jogo para vencer, independentemente do adversário” e, como as coisas têm corrido bem, os níveis de confiança dos jogadores têm vindo a crescer.

“O Sporting esteve em duas finais europeias em todo o seu historial, uma delas foi comigo (Taça UEFA, em 2004/05), e, infelizmente, perdeu-a (1-3 com o CSKA Moscovo, em Alvalade). Temos ambições na Liga Europa, mas temos de nos focar no Qarabag", reforçou o técnico 'leonino'.

Questionado sobre a lesão do ponta de lança holandês Bas Dost e o tempo estimado para o seu regresso à competição, José Peseiro esclareceu: “O Bas Dost esteve dois meses sem treinar naquele contexto especial que viveu no início da época, sem saber em que clube iria jogar. Chegou à equipa mais tarde e começou a jogar sem estar em forma, o que é um fator de risco acrescido de lesão, ainda por cima para quem esteve tanto tempo parado”.

“Agora, só voltará se estiver a 100 por cento para não pôr em causa recuperação. Não tenho a certeza quando voltará, mas não passará das seis semanas, possivelmente sete”, especificou.

Já sobre Emiliano Viviano, reconheceu que “era para ser titular” no primeiro jogo do campeonato, mas que, “face a alguns contratempos”, recorreu a Salin, que “tem estado a cumprir”, razão pela qual o guarda-redes italiano só será aposta para José Peseiro quando este sentir que o pode ser.

O treinador ‘leonino’ abordou também os casos dos recentes reforços Nemanja Gudelj e Abdoulay Diaby, referindo que o sérvio não competia desde maio último e que o maliano esteve quase um mês afastado da sua anterior equipa porque tinha mais um ano de contrato, mas queria sair.

“Se Gudelj vai defrontar o Qarabag? Amanhã (quinta-feira) verão. Ele não foi à seleção sérvia e isso foi bom para podermos trabalhar com ele. Já o Diaby, não ficou connosco. Esteve 15 dias fora com a sua seleção, o que veio perturbar a sua aquisição de forma e a conexão com a equipa”, explicou José Peseiro.

O Sporting defronta os azeris do Qarabag na quinta-feira, a partir das 20:00, no Estádio de Alvalade, em jogo do Grupo E da Liga Europa.