Danny relata episódio na Rússia no qual foi confundido por traficante

Chama-se Daniel Miguel Alves Gomes, mas todos o conhecem por Danny. Nasceu na Venezuela, a sua família é madeirense, e cedo veio viver para a ilha.

Com 35 anos, tenciona terminar a carreira futebolística, uma decisão que vai tomar depois das férias que está a desfrutar em família. Passou 14 anos na Rússia, o que lhe permitiu angariar uma pequena fortuna, diz ao ‘Tribuna Expresso’.

De temperamento quente, por vezes refila com os árbitros, temendo que os seus filhos gémeos tenham herdado o seu feitio.

Na mesma entrevista, entre relatos sobre a vida na Madeira e experiência no Marítimo, conta um episódio caricato na Rússia.

“Uma vez vou com a família no carro e a polícia manda-me parar, não sei se ia em excesso de velocidade...O polícia começa a falar comigo e diz: «Tens que pagar uma multa” e começa a escrever um 5, um 0, outro 0... E eu: “Porra, 500 euros, este gajo quer-me roubar aqui». E de repente ele diz com ar brincalhão. «Estou aqui para te roubar dinheiro». E eu: «Fogo pagar 500 euros, estou lixado?. E ele «500 rublos». 500 rublos na altura não era nada. «Estás a brincar. Estamos aqui à meia hora para me multares em 500 rublos? Se tivesses dito logo que eram 500 rublos, pagava-te na hora”. Foi engraçado porque pensei que ele queria roubar-me, 50 mil rublos ou coisa assim, e fiquei lá meia hora quando em menos de um minuto eu podia pagar-lhe.

“Ia no carro com o Bruno Alves e a polícia manda-nos parar. Pensava que éramos traficantes. Até luz negra utilizaram”, lê-se também noutro excerto desta entrevista que pode ser lida na íntegra aqui:http://http://tribunaexpresso.pt/mundial-2018/a-casa-as-costas---mundial/2018-07-08-Danny-Na-Russia-ia-no-carro-com-o-Bruno-Alves-e-a-policia-manda-nos-parar.-Pensava-que-eramos-traficantes.-Ate-luz-negra-utilizaram