Sporting-FC Porto nas 'contas' do título, com Benfica a assistir de longe

Lusa

O clássico Sporting-FC Porto assume especial importância nas contas do título na I Liga de futebol, com o líder Benfica a assistir de longe, depois de ter antecipado e vencido o seu jogo da 20.ª jornada.

Com jogo grande em perspetiva, no domingo, no Estádio José Alvalade (18:00), e quando os ‘dragões’ perseguem, juntamente com o Sporting de Braga, o Benfica, as ‘águias’ anseiam por deslizes dos seus perseguidores.

Para o FC Porto, a oito pontos da liderança, mas com menos um jogo disputado, é importante sair de Alvalade com uma vitória, enquanto o Sporting, a 15 pontos e também menos um jogo, tenta não ficar ainda mais longe dos lugares de acesso à Liga dos Campeões da próxima temporada.

O jogo entre ‘leões’ e ‘dragões’ importa também ao Sporting de Braga, terceiro na I Liga – a última vaga de acesso à ‘Champions’, via pré-eliminatórias -, que está a dois pontos do FC Porto e tem mais cinco do que o Sporting.

O jogo, o terceiro esta época entre as duas equipas, acontece duas semanas após a final da Taça da Liga, em Leiria, que o FC Porto venceu por 2-0, já depois de no campeonato ter ganhado por 3-0, no Dragão.

Em ambos, a equipa de Rúben Amorim ficou reduzida a 10 jogadores no último quarto de hora: no campeonato, por expulsão de Pedro Porro, e na Taça da Liga, com a saída de Paulinho, que cumprirá castigo no clássico, depois de ter sido suspenso por três jogos.

No Sporting, já sem Porro, transferido para o Tottenham, Paulinho deverá ser a grande ‘baixa’, enquanto no FC Porto, Otávio e Eustáquio têm estado de fora, lesionados, e Wendell saiu com uma entorse do último jogo no campeonato, com o Vizela.

A continuidade da jornada, que teve início ainda em 26 de janeiro, com a visita do Benfica a Paços de Ferreira (vitória por 2-0), devido ao ‘apertar’ de calendário das ‘águias’, entre o jogo de hoje da Taça de Portugal, fora com o Sporting de Braga, e a visita na próxima semana ao Club Brugge, na Liga dos Campeões, prossegue na sexta e termina na segunda-feira.

Vizela (oitavo) e Desportivo de Chaves (10.º) defrontam-se na sexta-feira, em jogo de meio de tabela, com início às 20:15, e quando ambos estão separados por apenas um ponto, numa jornada que fecha três dias depois, com as receções de Rio Ave (12.º) ao Estoril Praia (14.º) e de Boavista (nono) ao Casa Pia (quinto).

Em Vila do Conde, Rio Ave, sem vencer há seis jogos (três empates e três derrotas), e Estoril Praia, ambos na segunda metade da tabela, procuram inverter a ‘queda’ na classificação, sendo que, antes da visita aos vila-condenses, os estorilistas enfrentam hoje o Boavista, no jogo em atraso da 14.ª ronda.

Um contexto ainda pior vive o Santa Clara, numa série de quatro derrotas e dois empates, com a equipa açoriana, que nesta ronda visita o Arouca (sétimo), no sábado (18:00), no 16.º lugar, de discussão de um play-off de manutenção.

Na luta pela Europa, o Vitória de Guimarães recebe no sábado o Portimonense (11.º) e procura aproveitar o fator casa para ameaçar o Casa Pia, quinto classificado com os mesmos 30 pontos dos vimaranenses.

Finalmente, nota para o Sporting de Braga, que no domingo, já depois do embate entre Sporting e FC Porto, procura na visita ao Marítimo (17.º e penúltimo), a partir das 18:00, tirar o melhor proveito do clássico, quer por aproximação aos ‘dragões’, quer por distanciamento para os ‘leões’, ou até por ambos.