Taça de Portugal: Jogadores querem troféu no museu do Tondela

LUSA

O defesa Ricardo Alves disse hoje que a equipa quer “levar a taça para o museu” do Tondela e por isso o foco é vencer o FC Porto, na final da Taça de Portugal de futebol.

“Temos noção que o FC Porto é uma equipa muito forte em todos os aspetos, não só no futebol ofensivo, mas também no defensivo, e vamos tentar contrariar essa fortaleza que o FC Porto tem e vamos tentar conquistar a Taça e levar a Taça para o nosso museu”, assumiu Ricardo Alves.

O atleta falava em conferência de imprensa de antevisão do jogo da final da Taça de Portugal, frente ao FC Porto, domingo, pelas 17:15, no Estádio Nacional, em Oeiras, juntamente com o treinador, Nuno Campos.

O defesa ‘auriverde’ reconheceu que toda a equipa sabe que “o FC Porto é uma equipa muito forte”, até porque ao longo da época encontraram-se duas vezes” e, por isso, a “preocupação foi preparar o jogo o melhor possível”.

Ricardo Alves reconheceu que a semana de trabalho foi num “contexto difícil”, depois de não terem conseguido a manutenção na I liga e terem descido à II Liga, mas, assumiu, esta final “é um jogo especial” para todos e, por isso, tentaram “separar as águas” do campeonato.

“Logicamente que os primeiros dias foram difíceis, o nosso principal objetivo era atingir a manutenção, claro que vínhamos com uma cara diferente se viéssemos com esse objetivo atingido, agora isto é um jogo muito especial para todos nós, especial para Tondela, para a nossa região e por isso temos de ter a capacidade de nos abstrairmos do que aconteceu e usufruir ao máximo deste dia, que é um dia muito especial”, disse.

O defesa ‘beirão’ reconheceu ainda que, “de certa forma, seria pior” se o Tondela não tivesse esta oportunidade de disputar a final no Jamor, frente ao FC Porto, depois do que aconteceu no campeonato.

“Por isso vamos tentar utilizar também essa força extra, tentar deixar uma imagem positiva no final da nossa época e ainda dar uma alegria aos nossos adeptos e a toda a estrutura e por isso sim, acredito que seja uma força extra”, reconheceu.

Ricardo Alves salientou que a equipa vai “entrar em campo para tentar ganhar” e, apesar do favoritismo recair sobre os campeões nacionais, o FC Porto, o defesa avisou que o Tondela também tem as suas armas para “tentar contrariar esse favoritismo”.

O Tondela terminou esta época a I Liga, à qual chegou em 2015, no 17.º lugar, em zona de despromoção, com 28 pontos, caindo, assim, para a II Liga.

No domingo, marca presença pela primeira vez na final da Taça de Portugal de futebol, pelas 17:15, no Estádio do Jamor, frente ao FC Porto, num jogo que será arbitrado por Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto.