Miguel Oliveira termina primeiro dia do GP de França com duas quedas e em 21.º

Lusa

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou o primeiro dia de treinos livres para o Grande Prémio de França de MotoGP na 21.ª posição, num dia em que somou duas quedas na primeira das duas sessões.

O piloto luso da KTM fez o seu melhor registo na sessão da tarde, rodando em 1.32,695 minutos, terminando a 1,547 segundos do mais rápido, o italiano Enea Bastianini (Ducati).

O espanhol Aleix Espargaró (Aprilia) terminou o dia na segunda posição, a 0,202 segundos de Bastianini, com o também espanhol Alex Rins (Suzuki) em terceiro, a 0,297.

Na primeira das duas sessões de treinos livres desta sétima ronda do Mundial, Miguel Oliveira também foi 21.º, tendo somado duas quedas.

A primeira na curva 10, quando faltavam 17 minutos para o final da sessão, e a segunda na curva 6, quando faltavam sete minutos para o final.

O dia ficou marcado por várias quedas, sendo que, nos segundos treinos livres, foram sete os pilotos a ir ao asfalto, sem consequências físicas.

Um deles foi o próprio Enea Bastianini, já nos instantes finais e depois de ter estabelecido o melhor tempo, com um novo recorde no circuito francês de Le Mans, com 1.31,148 minutos.

No sábado, disputam-se mais duas sessões de treinos livres e a qualificação, dividida em duas fazes (Q1, com os 14 pilotos mais lentos das três primeiras sessões de treinos livres, e a Q2, que junta os 10 mais rápidos dos treinos livres e os dois melhores da Q1).

Miguel Oliveira chega a esta sétima prova do campeonato do mundo de velocidade em motociclismo na 10.ª posição, com 43 pontos.

O líder é o francês Fábio Quartararo (Yamaha), campeão mundial em título, que tem 89.