Vieira desembolsou 21,7 ME para pagar ao Novo Banco depois da reestruturação da dívida

Vieira pagou ao Novo Banco 21,7 milhões de euros com créditos concedidos pelo mesmo banco a fim de liquidar duas dívidas da Promovalor.

O Novo Banco terá concedido créditos ao grupo de Luís Filipe Vieira já depois da reestruturação da dívida, o que remete para os anos de 2017 e 2018. Informação que é avançada pelo Correio da Manhã, que mais adianta, no âmbito do processo «Cartão Vermelho», que em 2020 Vieira tentou arranjar um comprador para o FIAE,