Morte de Neno "abala todo o futebol português"

Lusa/Redação

O Sporting de Braga lamentou hoje profundamente a morte de Neno, destacando o "enorme respeito" que o antigo guarda-redes internacional português "sempre mostrou" pelos seus adversários, "dentro e fora do campo".

"O Sporting de Braga manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento de Neno e endereça à família, aos amigos e ao Vitória SC [de Guimarães] as mais sentidas condolências", pode ler-se numa curta nota de pesar.

Para os bracarenses, "esta é uma notícia que abala todo o futebol português, pois Neno sempre mostrou um enorme respeito pelos seus adversários e por todas as instituições desportivas, dentro e fora de campo".

O antigo internacional português Neno morreu na quinta-feira, aos 59 anos, informou o Vitória de Guimarães, clube em que o guarda-redes jogou e onde acabou a carreira, tendo depois sido treinador de guarda-redes em várias equipas técnicas dos vitorianos e, nas últimas épocas, dirigente do clube vimaranense.

O FC Porto lamentou igualmente a morte do antigo guarda-redes Neno e endereçou as suas condolências à família, destacando o seu “sorriso característico”.

“O FC Porto expressa as mais sentidas condolências à família e amigos de Neno, com quem tantas vezes nos cruzámos dentro e fora do campo. Que a memória dos momentos, das histórias e do seu sorriso tão característico traga o conforto necessário neste momento difícil”, refere uma mensagem do clube nas redes sociais.

Nascido na Cidade da Praia, em Cabo Verde, Neno ganhou três campeonatos e três Taças de Portugal pelo Benfica, além de uma Supertaça pelo Vitória de Guimarães.

Formado no Barreirense, Neno passou por Vitória de Guimarães, Benfica e Vitória de Setúbal e, ao serviço da seleção portuguesa fez nove encontros, entre 1989 e 1996.

O Benfica expressou também o seu "profundo pesar" pela morte do antigo internacional português Neno, "um dos guarda-redes mais marcantes do futebol português".

"Para sempre ficarão na memória de todos os benfiquistas as grandes exibições que Neno protagonizou com a camisola do Benfica. Para sempre ficará também o talento de um dos guarda-redes mais marcantes do futebol português", lê-se numa nota publicada no site oficial das 'águias'.

O Vitória de Guimarães recordou o caractér carismático e afável do antigo guarda-redes Neno, que morreu na quinta-feira, considerando que se tornou "um ícone da cidade".

"Carismático, afável e sempre disponível, Neno não foi apenas uma figura do Vitória, mas um ícone da cidade, conhecido de todos e que para todos tinha um gesto amigo e um sorriso verdadeiro", refere o clube.