Sébastien Ogier conquista campeonato do Mundo de ralis pela sétima vez

Redação/LUSA

O piloto francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris) venceu hoje o Rali de Monza e conquistou o Campeonato do Mundo pela sétima vez na sua carreira, enquanto a Hyundai conquistou o título de construtores pela segunda vez consecutiva.

Ogier terminou a prova italiana, a última do campeonato, com o tempo de 2:15.51 horas, deixando o estónio Ott Tanak (Hyundai i20) na segunda posição, a 13,9 segundos, e o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20) em terceiro, a 15,3.

Com estes resultados, e face ao abandono do anterior líder do campeonato, o galês Elfyn Evans (Toyota Yaris) ainda no sábado, Ogier somou 122 pontos contra os 114 de Evans, sagrando-se campeão pela sétima vez na carreira, depois dos títulos conquistados em 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

O erro cometido por Evans no sábado, quando se despistou numa curva com neve, permitiram ao piloto de Gap levar para casa a coroa de campeão, ficando a apenas dois títulos do recorde do compatriota Sébastien Loeb (nove títulos, entre 2004 e 2012).

"Estou muito feliz. Foi um fim de semana muito difícil e esta última especial foi pouco divertida. Lamento pelo Elfyn, tivemos uma luta incrível e acho que no próximo ano vamos repetir", frisou o novo campeão, que termina o ano com duas vitórias, tantas quantas as somadas por Evans. Em WRC2, o campeão é o norueguês Mads Ostberg (Citroën C3).

O campeonato regressa em janeiro, com o rali de Monte Carlo.