Um rol de coisas

Há dias uma amiga querida (haverá amigas de outro tipo?) pediu-me que lhe mostrasse a minha lista de coisas positivas na quarentena. Reagiu com surpresa quando lhe disse que não a tinha feito. Ela conhece-me há muito e muito bem, tal como às minhas manias, sendo que ver sempre primeiro o lado bom das situações ou pessoas e fazer inventários são apenas duas delas.

Já listei quase tudo, desde coisas banais como compras (às vezes em vez de escrever os artigos, desenho-os, ou escrevo a lista com linguagem de bebé) até conteúdos mais reflexivos como a relação dos meus 35 defeitos, um trabalho que fiz na juventude e que precisa de urgente atualização. Se adoro fazer listas, gosto ainda mais de relê-las.

Em confinamento há exatamente 28 dias, ainda não tinha parado para contar tudo aquilo que tenho mas que podia não ter.

Isto foi o que enviei à minha amiga, junto com o mesmo desafio de volta:

1 - Posso ver onde toco. Se eu ainda me atrapalho a tentar ajustar os meus gestos e rotinas diárias às recomendações de proteção, imagino as dificuldades acrescidas para os invisuais.

2 - Posso ouvir música e fazer faxina ao som da playlist que criei para essa atividade, agora de cariz terapêutico. Posso ouvir a passarada cantar ao fim da tarde sem ser abafada pelo ruído do trânsito. Posso aproveitar (e redescobrir) o prazer do silêncio mas felizmente não estou limitada a ele.

3 - Tenho o ENORME privilégio de poder ficar em casa, uma casa confortável, segura e equipada com muito mais do que o essencial. E com a pessoa ideal para me acompanhar nesta travessia.

4 - Não perdi ninguém nestes dias de confinamento e a grande maioria dos meus familiares que fariam parte do grupo de risco já estão a salvo e de certeza olhando por toda a família. Os restantes estão protegidos e a portar-se bem.

5 - Não tenho nenhum familiar ou amigo num lar de idosos ou num hospital neste momento e as pessoas que conheço que testaram positivo puderam recuperar-se em casa.

6 - A natureza que acolhi anda a retribuir a companhia e conversas frequentes com mais flores e mais resistentes do que em qualquer outra primavera.

7 - Sou saudável, física e mentalmente, emocionalmente estável e tenho fé. Sem essas três coisas o isolamento estaria a ser muito mais difícil.

Graças à minha amiga fiz esta lista e graças a ela em vez de contar carneirinhos nas noites de insónia, agora conto as minhas bênçãos.