Madeirense relata experiência em Toronto que integrava as suas três paixões

Marco Sousa

Carina Freitas, médica pedopsiquiatra e verdadeira ‘mulher dos sete ofícios’ apaixonada pela medicina, as neurociências e a música, relatou ao JM a experiência de doutoramento no Canadá que viveu ao longo dos últimos 6 anos.

Carina Freitas é madeirense, nasceu no Funchal, é médica pedopsiquiatra - psiquiatria da infância e da adolescência – e terminou em junho passado o doutoramento realizado em Toronto.

A médica madeirense é uma verdadeira mulher dos ‘sete ofícios’, uma vez que é também apaixonada pela música, já lançou um disco intitulado “Alquimia” e participa como compositora no Festival da Canção Infantil da Madeira. Além da medicina, dos estudos e da música, durante os 6 anos em Toronto dedicou-se à comunicação social onde teve presença mensal num canal português no Canadá o FPTV. Presença essa efetivada no programa “Haja Saúde”.

Oportunidade Canadá

Carina Freitas era médica no SESARAM, tinha a sua vida estabelecida cá na ilha, até que em 2014 surge “a oportunidade de ir para o Canadá, para a Universidade de Toronto uma das top-20 no mundo”.

“Concorri, fiz exames de inglês e, na altura, fazer um doutoramento numa área que integrava as minhas três paixões que era a medicina, as neurociências e a música pareceu-me a oportunidade perfeita”, revelou.

Comunidade no país

Carina Freitas descreveu Toronto “uma metrópole multicultural”. Metrópole esta que “tem 3 milhões de habitantes, 500 mil são portugueses e desses 500 mil, 350 mil são açorianos, 15 madeirenses e os restantes de Portugal continental”.

A pedopsiquiatra descreveu a participação no canal Canadiano em língua portuguesa o FPTV que permitiu uma maior envolvência na comunidade portuguesa. “Após um prémio ganho na Universidade de Toronto fui entrevistada por essa televisão. Acharam que tinha capacidade de comunicação e como era pedopsiquiatra de formação, portuguesa, colaborei com o programa ‘Haja saúde’, mensal, em que falávamos sobre tópicos relacionados com a saúde mental infantil”.

Em Toronto existem ainda outros encantos portugueses que permitem reviver tradições e costumes. “Há uma zona que é ‘Little Portugal’ e que tem padarias, restaurantes, lojas portuguesas, neste espaço sentimo-nos em Portugal”.

Leia tudo na edição impressa de hoje do JM.