Dia da Madeira na Diáspora: Comunidade em Sydney “tem sempre a Madeira nos pensamentos”

Marco Sousa

Desde Sydney ouvimos Elizabeth Estevens, lusodescendente que é um dos membros do Portugal Madeira Club, uma associação madeirense em solo australiano. “Este ano não vamos celebrar o dia da Região”, disse, acrescentando que o ano passado “fizemos a comemoração aqui na Austrália, devido aos 600 anos da descoberta da Madeira”, mas, “normalmente celebramos o dia madeirense, um dia que escolheram aqui na Austrália, que é celebrado no mês de janeiro”. Elizabeth Estevens realçou que essa “é uma grande festa que fazemos aqui”.

“Ainda não abrimos o Portugal Madeira Club e não falámos sobre o que vai haver em janeiro na festa madeirense que normalmente realizamos”, confessa.

Além dessa festa, a lusodescendente lamentou também o dia de Portugal que “não foi celebrado” porque “na altura o clube estava fechado”.

Elizabeth Estevens defende que a comunidade na Austrália que é portuguesa (entre ela muitos madeirenses) estão atentos à região, ao país e ouvem “as autoridades aí em Portugal e na Madeira”. Para a lusodescendente esta é uma altura em que deve ser dada mais importância a Portugal “em relação ao país onde estamos, porque o que estamos a passar aqui é diferente do que vocês estão a passar aí na Europa”. “A situação na Europa está muito pior do que aqui”, afirmou.

Elizabeth Estevens reforça a mensagem e reafirma: “Acho que a comunidade aqui está mais atenta ao que se passa na Madeira. Estão sempre com a cabeça nos familiares e está mais preocupada com a situação aí”.

A terminar, deixa uma mensagem para quem está no arquipélago. “A Madeira está sempre nos nossos pensamentos, queremos que também nos tenham nos vossos para que todos consigamos sair desta pandemia bem e com saúde”.

Mais informações sobre o Dia da Madeira nas Comunidades Madeirenses na edição impressa do JM desta quarta-feira.