Jersey reabre fronteiras a viajantes de França, Madeira e resto da Europa

Isilda de Freitas, em Jersey

Na conferência de imprensa desta manhã, o primeiro ministro de Jersey informou que as fronteiras de Jersey serão abertas e não vai ser mais necessário ter autorização do departamento de imigração para entrar nesta ilha do canal.

Os voos serão inicialmente feitos maioritariamente pela Blue Islands, EasyJet e British Airways, mas o primeiro ministro falou especificamente que Jersey está aberta aos viajantes de França, Madeira e resto da Europa.

À chegada todos os passageiros têm de optar ou por fazer um teste cujo resultado será facultado em 12 horas ou a fazer um período de quarentena como determinado pelo departamento de saúde. A quarentena será monitorizada. Para os passageiros que testem positivo à chegada, serão instalados num hotel e terão cuidados médicos, tudo custeado pelo governo de Jersey.

As reações a estas declarações foram mistas com pessoas a congratular o governo pelas medidas tomadas e outras a dizer que ainda é muito cedo.