Dez casos confirmados de Covid-19 na comunidade madeirense em São Paulo

Marco Sousa

São Paulo é o Estado do Brasil que está a ser mais fustigado pela pandemia mundial da Covid-19, algo que se replica na comunidade madeirense lá presente, onde há a registar um total de 10 casos confirmados, dos quais, 4 vítimas fatais.

Segundo o que o JM apurou esta quinta-feira, são 10 os casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus na comunidade madeirense no Estado de São Paulo. Quatro são as mortes a lamentar, todas do sexo masculino, três os casos totalmente recuperados entre os quais há um homem e duas mulheres, outras duas mulheres estão em isolamento e recuperação no seu domicílio e, por fim, existe ainda uma mulher que está internada no Hospital, que esteve na Unidade de Cuidados Intensivos durante 5 dias, mas que neste momento, regressou ao quarto e encontra-se em recuperação.

Em termos de distribuição geográfica dos casos confirmados no Estado de São Paulo, um deles, que já se encontra recuperado, está localizado no litoral do Estado, quatro no interior do mesmo, onde 2 estão recuperados e 2 morreram. Por fim, a maior parte nos infetados encontra-se na Capital de São Paulo, cinco, zona na qual dois dos infetados acabou por morrer, 2 estão recuperados e um encontra-se internado no Hospital.

4 óbitos confirmados

Em relação às quatro vítimas fatais da Codid-19, uma delas trata-se de um homem, Miguel Cardoso, de 43 anos, cuja morte foi noticiada pelo JM no passado dia 26 de abril. O Homem com família que tem origens na Camacha, não tinha, aparentemente, qualquer patologia associada, acusou positivo no final de março, começou a sentir complicações já em abril e foi internado no Hospital quando já apresentava falta de ar e febre, acabando por não resistir às complicações causadas pelo novo coronavírus.

Outro óbito confirmado foi conhecido ontem, é um neto de madeirenses, adulto que faleceu hospitalizado enquanto a sua esposa, que também é neta de madeirenses, estava internada num outro hospital também com Covid-19, que já teve alta e está em recuperação em casa.

Por fim, os outros dois óbitos confirmados por Covid-19, que segundo apurado, foram apenas conhecidos à posteriori. Tratam-se, portanto, de dois homens, irmãos, cujo resultado dos exames foi conhecido na passada quarta-feira.

Conforme o JM conseguiu apurar, um deles é um homem idoso madeirense, que chegou a ir ao hospital, mas que foi enviado para casa. Mesmo após o falecimento em casa, alguns dias depois de procurar atendimento, a família teve dificuldade em realizar o funeral. Não haviam equipas preparadas para a remoção do corpo, que ficou muitas horas à espera do serviço funerário. A família ficou privada de realizar o velório, esteve semanas sem saber a causa da morte e só agora depois do falecimento do seu irmão, foi informado o resultado positivo para a Covid-19.

Leia tudo na edição impressa desta sexta-feira do JM.