Presidente da África do Sul anuncia “lockdown” no país

José Luís Silva, Correspondente em Joanesburgo (África do Sul)

Cyril Ramaphosa, Presidente da África do Sul, anunciou esta segunda-feira o " lockdown" no país devido à pandemia COVID-19. Esta medida consiste na proibição de todas as atividades do país, ou seja, ninguém está autorizado a sair de casa desde a próxima quinta feira até 16 de abril, medida que durará 21 dias.

Com esta medida ninguém poderá deixar as suas residências sem motivo justificado. Farmácias, supermercados, laboratórios, clínicas e hospitais mantêm-se abertos. O exército apoiará a polícia a certificar-se que os cidadãos aderem a estas diretivas.