Venezuela: Portugal quer “negociação” e “diálogo” para acabar com impasse

Agostinho Silva, em Caracas

Depois de ter estado com três deputados luso-venezuelanos à Assembleia Nacional, que é presidida por Juan Guaidó, a secretária de Estado das Comunidades foi recebida esta quarta-feira no Ministério das Relações Exteriores da Venezuela pelo ‘canciller” Jorge Arreaza e pelo vice-ministro para a Europa, Yván Gil, dois destacados membros
Questionada sobre os eventuais melindres em torno da posição de Portugal - que continua a reconhecer Juan Guaidó como Presidente legítimo - Berta Nunes disse apenas que “eles compreendem a posição de Portugal”. Uma posição que “é muito clara no quadro da União Europeia” e que privilegia a “via do diálogo e da negociação para avançar e desbloquear o impasse político.”
Mais detalhes amanhã na edição impressa do JM.