Voo Caracas-Lisboa “já foi adiado várias vezes, é uma pena”

Iolanda Chaves

Miguel Albuquerque lamenta que o anunciado voo Caracas-Lisboa, 'patrocinado' pelo secretário de Estado, Paulo Cafôfo, não se tenha ainda concretizado após vários adiamentos.

À margem da Festa da Castanha no Curral das Freiras, o presidente do Governo Regional relembrou a notícia avançada pelo JM que deu conta de que havia enviado uma “carta à presidente da TAP a solicitar o reforço do voo para Caracas”, incluindo o “voo com escala no Funchal”.

Uma solução para um problema atual da comunidade residente na Venezuela e que não foi resolvido com a intervenção de Paulo Cafôfo, que se congratulou com uma ligação charter que ainda não saiu do papel. “Já foi adiado várias vezes, é uma pena, gostava que o voo se tivesse realizado”, vincou o líder do GR.

Albuquerque considera que a operação da TAP em Caracas é uma oportunidade para a companhia aérea nacional, que se pode gorar já que a Iberia está também a estudar a ligação. A única resposta que recebeu da presidente companhia aérea nacional, Christine Ourmières-Widener, foi que iria avaliar a situação.