Governo lamenta morte de emigrante português na África do Sul

Lusa

O Ministério dos Negócios Estrangeiros lamentou “profundamente” a morte de um português, assassinado no domingo na África do Sul, garantindo à Lusa que o consulado-geral em Joanesburgo está em contacto com a família.

O JM avançou no domingo, que na manhã desse dia, um emigrante português, de 80 anos, natural de Pombal, foi assassinado em Joanesburgo.

A Lusa contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros, que numa mensagem lamentou “profundamente a morte de um compatriota assassinado em Joanesburgo”.

“O consulado-geral de Portugal em Joanesburgo está já em contacto com a família da vítima”, lê-se na mensagem.

O ministério não forneceu mais informações sobre o assunto.