“Século de Joanesburgo” totalmente paralisado

Marco Sousa

O semanário local é um órgão importante de informação para a grande comunidade madeirense que reside em Joanesburgo. Conforme foi possível confirmar, o histórico semanário não publica qualquer tipo de conteúdo seja online ou na edição impressa desde o dia 8 de fevereiro.

O JM sabe que a interrupção se deve a questões de saúde. Ao que tudo indica, um dos responsáveis editoriais da publicação sul-africana contraiu a infeção por Covid-19 e encontra-se hospitalizado há algum tempo.

Esta é, assim, a segunda vez que o semanário vê a sua publicação limitada em menos de um ano.

Recorde-se, em maio de 2020 o semanário português deixava de ter versão impressa ao fim de 57 anos, mas mantendo a sua edição online. Isto devido às consequências causadas pela crise sanitária da Covid-19.

À data, a interrupção arrastava também outra preocupação: a manutenção do arquivo quinquagenário sobre a vivência da Comunidade Portuguesa, assim como o acervo cultural e fotográfico.

Em novembro de 2020 alguma “normalidade” regressava ao reconhecido órgão de comunicação social. O Século de Joanesburgo regressava, finalmente às bancas e voltava a ser impresso.

Atualmente, com esta nova paralisação, a comunidade poderá agora contar, somente, com a publicação, Voz Portuguesa, uma publicação mensal editada sobre a responsabilidade do Fórum Português da África do Sul.