Morreu o empresário Ferdinando Fernandes

Agostinho Silva

A comunidade luso-venezuelana na Madeira e em Caracas receberam ontem, com enorme consternação, a notícia do falecimento de Ferdinando Fernandes.

O empresário estava internado no Serviço de Hemato-Oncologia do Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Ferdinando Fernandes e seus irmãos Francisco, Bento, Guilherme e Zélia destacaram-se na próspera comunidade portuguesa em Caracas. Nos anos 70 e 80 dinamizaram os espaços de diversão mais famosos da capital - as discotecas City Hall, Palladium e Winners, no CCC Tamanaco. Estabelecimentos que marcaram uma época e que acolheram figuras mundiais do meio musical e espetáculo. Júlio Iglésias, no auge do seu esplendor musical, foi um dos artistas de renome que por lá passaram. Mas na memória ficam também muitos eventos relacionados com as eleições de Miss Venezuela.

Nos últimos tempos, a família de Ferdinando Fernandes, natural do Campanário, diversificou investimentos em Miami e em Caracas. Na capital venezuelana, detêm o Salão Gales, sempre no Centro Ciudad Comercial Tamanaco (CCCT).

Na Madeira, o empresário foi promotor imobiliário no Funchal e em Santa Cruz. Deixa saudades pelo seu carácter e pelas amizades que fomentou e que agora sentem a sua partida de forma muito marcante.

Ferdinando Fernandes era casado com Teresa Fernandes. Deixam três filhas: Jenny, Liliana e Yuri. À família enlutada o JM apresenta sentidas condolências.

O funeral, restrito à família, realiza-se este domingo ao final da manhã, saindo do Hospital Dr. Nélio Mendonça para o Campanário, onde será celebrada missa na igreja de São Brás pelas 13:00 horas.