Presidência da Sociedade Portuguesa de Beneficência passa para mãos de madeirenses em 2021

José Luís da Silva, correspondente em Joanesburgo (África do Sul)

Realizou-se, hoje, no Salão Nobre do Lar Rainha Santa Isabel, uma Assembleia-Geral da Sociedade Portuguesa de Beneficência (SPBAS) para aprovação de contas e eleição de nova presidência.

A presente presidência vinha sendo criticada por falta de dinamismo e organização chegando a recear-se o colapso do Lar Rainha Santa Isabel, da responsabilidade administrativa da Sociedade Portuguesa de Beneficência.

Hoje, depois de várias opiniões manifestadas e a vontade do seu presidente Comendador Gilberto Martins de abandonar a presidência da organização e outros membros, surge uma lista composta por nomes de emigrantes madeirenses , o que trouxe algum alívio e esperança em dias melhores para o Lar Rainha Santa Isabel que neste momento enfrenta um dos maiores desafios da sua existência. Alguns dos eleitos não estiveram presentes devido a afazeres profissionais.

O JM, presente na reunião, teve acesso à lista proposta pelos madeirenses a qual engloba os seguintes nomes: Jorge de Freitas, Cleto Ramos, Manuel Ferreirinha , Alberto Gouveia e Matilde Abreu. Fazem parte deste novo elenco António Leite, Orlando Marques, Jorge Costa, Nelson Reis, John Caetano e Rui Fernandes.