Clubes portugueses são a ‘alma’ da comunidade em Jersey

Os clubes de futebol portugueses em Jersey, com vários elementos naturais da Madeira, dão vida e visibilidade à comunidade que lá reside.

Os clubes Dragões de Jersey e Portuguese United vão participar em 2020/21 na Liga de futebol da ilha de Jersey, ambos com projetos virados para a comunidade emigrante e lusodescendente, que querem aproximar e dar visibilidade.

Numa ilha com 100 mil habitantes, uma de duas do Canal da Mancha sob dependência da coroa inglesa, estima-se que até 15 mil pessoas sejam portuguesas ou lusodescendentes, sobretudo do arquipélago da Madeira, algo que se refletem também nestas equipas.

A ligação a Portugal, como em tantas outras comunidades, é feita através de eventos, da gastronomia e do futebol, e Jersey não foge a esta caracterização, com vários clubes, como o Portuguese FC a darem visibilidade à comunidade ao longo dos anos.

Terminado esse projeto, um novo surgiu das ‘cinzas', o Portuguese United, que este ano decidiu entrar na ‘Football Combination', o esquema de ligas da ilha, na terceira divisão nacional, ao lado dos Dragões de Jersey, uma filial do FC Porto que existe desde 2011 mas só agora chegou ao futebol de 11.

O United "começou com um coletivo de jogadores que já jogavam no Portuguese FC", contou à Lusa Davide Pita, que aos 33 anos é o treinador da equipa principal masculina.

Além de participar no escalão masculino, o novo clube terá também uma equipa feminina e vai participar noutro tipo de torneios para "dar oportunidade de jogar regularmente" a quem não conseguir participar em treinos e jogos das equipas principais, numa medida intitulada "Portuguese United in the Community" (‘Portugueses Unidos na Comunidade”, em tradução livre).

"Queremos, de alguma forma, abrir os olhos a muita gente. Muitos não sabem quando são os eventos [orientados para a diáspora]. Queremos usar o futebol, de que toda a gente gosta, para aproximar a comunidade portuguesa", explica Pita, que já nasceu na ilha, filho de pais madeirenses.

Davide Pita em conversa com o JM, adiantou que “a maioria” dos jogadores do Portuguese United FC são madeirenses ou descendentes que “jogaram como juniores e seniores” na Madeira.

“Temos jogadores que já jogaram ou foram formados no Estrela do Calheta, Câmara de lobos, União da madeira, Bairro da Argentina e também na Seleção da Madeira de futebol de rua.”, descreveu o lusodescendente ao JM.

Leia tudo na edição impressa de hoje do JM.