Assembleia de Apuramento atrasada em Câmara de Lobos por falta de comparência

Iolanda Chaves

A Assembleia de Apuramento Geral dos Resultados das eleições autárquicas, em Câmara de Lobos, começou com uma hora de atraso, devido à falta de comparência do elemento do Curral das Freiras indicado pelo PS.

Segundo fonte da autarquia, ouvida pelo JM, perante o sucedido e havendo necessidade de fazer uma substituição, a juíza mandou fazer um sorteio entre outros presidentes de mesas de voto.
A 'sorte' calhou a um elemento de uma mesa de voto da Quinta Grande estando agora a decorrer a referida assembleia.
Amândio Silva, o candidato socialista à Câmara Municipal de Câmara de Lobos, ouvido pelo JM, esclareceu que a pessoa indicada pelo partido, para a Assembleia de Apuramento Geral, faltou por motivos profissionais. Atendendo a que é alguém em situação de prestação de serviços, e porque lhe terá sido dito que era necessária a sua presença no local de trabalho, o referido elemento viu-se na contingência de não poder faltar ao serviço, adiantou Amândio Silva ao nosso jornal.