Líder parlamentar do PSD considera que resultados "não honram partido"

Lusa

O líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, considerou hoje que os resultados nas eleições autárquicas “não honram o partido” e deve ser feita "uma reflexão", mas defende que Pedro Passos Coelho deve manter-se na liderança.

Em declarações hoje à Rádio Renascença, o líder parlamentar do PSD disse que “o partido não estava à espera de resultados tão baixos”.

“São resultados que não queríamos e que não honram o PSD”, disse Hugo Soares, admitindo que “falhou a confiança dos eleitores na hora de votar os projetos do partido”.

Na opinião de Hugo Soares, o PSD “errou nas escolhas de alguns candidatos e isso é muito claro”.

“O PSD tem de fazer uma reflexão, saber porque errou e corrigir o futuro”, adiantou.

Questionado sobre se Pedro Passos Coelho deve sair da liderança do partido, Hugo Soares realçou que este “é o melhor” para o partido.

“É o melhor para liderar o partido e o melhor para ser primeiro-ministro. Para mim deve continuar à frente do PSD. (…) O anúncio de Pedro Passos Coelho de que não se demite diz muito sobre o que é Passos Coelho. O país conhece a sua seriedade e forma de estar na política”, disse.

O PS reforçou o seu domínio autárquico ao conquistar no domingo pelo menos 157 câmaras, numas eleições em que os comunistas perderam nove municípios, o CDS-PP ascendeu a segundo partido em Lisboa e o PSD perdeu autarquias.

Dos 303 presidentes de câmara eleitos às 05:00, 157 são do PS, 78 do PSD, 24 da CDU (PCP-PEV), seis do CDS-PP, 17 de movimentos independentes, um do JPP e um do Nós, Cidadãos!.