Utente do SESARAM sofre paragem cardiorrespiratória a caminho de casa

Apesar do socorro, o óbito foi confirmado no local pela equipa médica da EMIR.

Os Bombeiros Mistos da Ribeira Brava e Ponta de Sol e a equipa médica da EMIR não conseguiram reverter uma paragem cardiorrespiratória de um utente do SESARAM, que, entretanto, tinha recebido alta hospitalar e estava a caminho de casa numa ambulância de transportes de doentes não urgentes do SESARAM. Segundo apurou o JM, o homem terá sofrido uma doença súbita fulminante de origem cardíaca.

Os dois tripulantes da ambulância deram o alerta e logo iniciaram as manobras de reanimação até à chegada das equipas pré-hospitalares. Contudo, as manobras de Suporte Básico e Avançado de Vida, o óbito acabaria por ser dado no local pelo médico da EMIR. A Polícia e o delegado de saúde foram, entretanto, acionados para o local.

A Polícia e o delegado de saúde foram, entretanto, acionados para o local.