GNR identifica três indivíduos por caça submarina ilegal na reserva natural do Garajau

Redação

O Comando Territorial da Madeira, através da Secção Naval, identificou, ontem, 22 de abril, três indivíduos, com idades entre os 25 e os 46 anos, por caça submarina ilegal, na reserva natural do Garajau.

De acordo com aquele comando, os suspeitos foram surpreendidos a efetuar caça submarina, à noite, numa área marítima protegida, onde as atividades e as visitas estão interditas no âmbito das medidas de contingência relativas à pandemia do COVID-19.

Desta ação resultou a apreensão de 25 quilos de lapas e 36 quilos de pescado fresco, sendo apreendido ainda o seguinte material: três fatos de mergulho; duas armas de caça submarina; uma rede de emalhar, com 38 metros; dois cintos de lastro; dois pares de barbatanas; uma faca e três lapeiras.

Foi elaborado um auto de contraordenação aos três indivíduos e apreendido o material usado na caça.

O pescado foi entregue a uma instituição de solidariedade social.

A GNR informa ainda que os indivíduos não constavam na lista de confinamentos obrigatórios, tendo-lhes sido transmitida a recomendação do cumprimento do dever geral do recolhimento domiciliário.