PSP procura abusador sexual na Madeira

Conforme poderá ler na edição impressa de hoje do JM, a Polícia de Segurança Pública (PSP) ainda não conseguiu capturar um alegado abusador sexual de menores, numa operação que decorre desde a passada terça-feira, depois de várias suspeitas de um ato criminoso e cruel consumado ao final da noite de terça-feira, dia de Carnaval.

Segundo soube o JM, as autoridades já têm o perfil da constituição física do alegado criminoso e lançaram uma caça ao homem desde a passada terça-feira, que se está a prolongar até ser consumada a detenção, o que poderá acontecer nas próximas horas.
A operação da Polícia decorre há mais de 48 horas, de forma a conseguir chegar ao alegado autor dos abusos sexuais através dos fortes indícios recolhidos na terça-feira. O processo de detenção durante o dia de ontem incluiu, também, a PJ, que está a par da investigação. A operação está a ser levada a cabo pelo Departamento de Investigação criminal da PSP.
O caso terá acontecido numa zona de São Martinho, num bairro social, quando o alegado indivíduo de meia idade abusou sexualmente de um menor. A vítima foi transportada ao hospital, onde foram confirmados os abusos, facto que desencadeou a vasta operação, que ainda decorre, por toda a cidade.
Durante a madrugada de quarta-feira, a Equipa de Intervenção Rápida da Polícia (EIR) andou a vasculhar quase todo o Funchal, mas, infelizmente, toda a procura foi infrutífera.
O JM também sabe que o jovem está a ser acompanhado por uma vasta equipa médica, bem como está a ser monitorizado por uma equipa de psicológicos e de assistentes sociais.