Cozinheira do Convento de Santa Clara agredida por filhos de colega

A suposta agressão desta sexta-feira junto ao Convento de Santa Clara, no Funchal, aconteceu, afinal, no seu interior, resultando de uma alegada discussão.

Uma cozinheira do Convento de Santa Clara foi agredida esta sexta-feira por dois filhos de uma colega de trabalho, numa ocorrência verificada ainda dentro do edifício. Como noticiou o JM na edição de ontem, fonte policial confirmou as agressões a uma mulher, mas referiu ter sido na via pública. Contudo, as agressões aconteceram no interior do convento.

A vítima, de 59 anos, terá sofrido agressões dentro da cozinha, apurou o Jornal, sendo apanhada de surpresa pelos dois indivíduos, que entraram no Convento sem que fossem impedidos.

Tudo indica que as causas das agressões estejam relacionadas com uma suposta discussão entre as duas mulheres, tendo os filhos vindo tirar satisfações esta sexta-feira, acabando por agredir de forma bárbara a mulher, caso que está a ser acompanhado pela PSP.

Leia mais na edição impressa de hoje do JM.