Bombeiros Sapadores e EMIR salvam duas pessoas no espaço de uma hora

Uma mulher com 71 anos sofreu uma paragem cardiorrespiratória na Casa de Saúde Câmara Pestana, no Funchal.

No local esteve uma equipa pré-hospitalar dos Bombeiros Sapadores do Funchal (CBSF), que procedeu ao Suporte Básico de Vida (SBV) com recurso ao Desfibrilador Automático Externo (DAE). Também a equipa médica da EMIR esteve no local e aplicou o Suporte Avançado de vida (SAV).

As manobras de reanimação resultaram num êxito, tendo a vítima recuperado os sinais vitais. Foi transportado ao hospital em segurança e entrou nas urgências com uma PCR revertida. Por isso, a sua situação clínica é crítica e de prognóstico reservado.

Cerca de uma hora depois, uma equipa pré-hospitalar dos Bombeiros Sapadores do Funchal e uma equipa médica da EMIR conseguiram reverter outra paragem cardiorrespiratória, desta feita de uma mulher de 51 anos, vítima de PCR por obstrução da via aérea.

A mulher respira através de uma traqueostomia (tubo colocado nos primeiros anéis da traqueia) que, entretanto, terá sofrido uma obstrução total. A reanimação voltou a resultar num êxito, tendo também esta vítima entrado com vida no serviço de urgência. Também está com prognóstico reservado.