Calheta: Pedem socorro após avaria na mota de água

Dois indivíduos pediram ajuda depois da moto de água em que passeavam ficar à deriva na praia da Calheta, a cerca de 300 metros da costa. O capitão do Porto do Funchal, José Luís Guerreiro, confirmou ao JM a ocorrência e referiu que os "dois indivíduos foram assistidos na Marina da Calheta pelos bombeiros", mas não foi necessária “observação médica no hospital".

As operações de socorro foram desencadeadas pelo MRSC Funchal, tendo o capitão do Porto do Funchal, José Luís Guerreiro, acionando desde logo a embarcação salva-vidas do ISN SR 40, que saiu do Funchal em direção á Calheta.

Uma vez que os dois indivíduos foram, entretanto, resgatados por uma embarcação que passava no local, a cerca de 300 metros da costa, as equipas de socorro e resgate do ISN SR40 do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) regressou ao Porto do Funchal.

A embarcação realizou o resgate do tripulante e do passageiro da moto de água até á Marina da Calheta, onde já estava uma equipa pré-hospitalar e uma ambulância dos Bombeiros Voluntários da Calheta.