“Não conseguíamos sair de casa”. Vídeo ilustra aflição de moradores nos Prazeres

Os moradores nos Prazeres, zona onde lavram as chamas, dão conta de momentos de pânico vividos esta madrugada.

Maureen Arel conta que ponderou abandonar a residência, mas não o fez devido às fagulhas.

A norte-americana, residente na freguesia desde abril, acrescenta que devido à nuvem de fumo não podia abrir as portas ou janelas, até ao momento em que os bombeiros chegaram, após a 1 hora da madrugada.

Um vídeo, filmado pela própria, mostra as chamas bem perto das residências.


<