Madeirense declara-se culpado de aliciamento sexual de menor em Jersey

Cláudia Ornelas

Um homem de 25 anos, nascido na Madeira, declarou-se, na última quinta-feira, culpado de ter aliciado sexualmente uma menina de 12 anos em Jersey.

Miguel Ângelo Pereira Freitas era, desde 2 de fevereiro, acusado de ter enviado mensagens “indecentes ou obscenas” a uma menor com o intuito de obter “gratificação sexual” e de comportamento desordeiro sob o efeito de álcool, informa o ‘Bailiwick Express’.

As mensagens à menor foram enviadas entre 29 de outubro e 2 de novembro do ano passado.

“Envia-me fotos tuas nua”; “Estás com medo? És algum bebé?”, terão sido algumas das mensagens enviadas por Miguel Freitas à menor, segundo divulgado pela 'Unknown Jersey', página de Facebook dedicada à exposição de agressores sexuais. Miguel Freitas terá também enviado à menor imagens suas sexualmente explícitas.

Segundo o advogado do agressor, citado pelo ‘Bailiwick Express', Miguel Freitas declarou-se culpado de todas as acusações de que era alvo.

O madeirense está em prisão preventiva e foi automaticamente registado na lista de agressores sexuais, estando a aguardar pela sentença do Royal Court (Jersey) que será declarada a 20 de setembro.