Mulher escapa à morte na Ponta Gorda

Uma mulher de 70 anos foi hoje salva pelos nadadores-salvadores, um socorrista e uma médica a civil na Praia da Ponta Gorda, no Funchal.

Segundo fonte hospitalar, a vítima recuperou os sinais vitais depois de ter entrado em paragem cardiorrespiratória na Praia da Ponta Gorda, tendo entrado no serviço de urgências com sinais de vida. Segundo o JM apurou, a situação ocorreu durante a manhã deste domingo.
A vítima, que estava acompanhada por familiares na praia, sentiu-se mal e ficou inanimada, perdendo os sinais vitais. A pronta intervenção dos nadadores-salvadores, de um socorrista de serviço na praia e de uma médica que se encontrava no local evitaram uma tragédia, iniciando de imediato manobras de reanimação. Ainda antes da chegada das equipas de socorro da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) e da EMIR, a vítima recuperou os sinais vitais, tendo os socorristas conseguido reverter a situação crítica. Depois de completado o socorro ao nível do Suporte Básico de Vida (SBV) e Suporte Avançado de Vida (SAV), a mulher foi estabilizada pela equipa da EMIR e pelos socorristas da CVP. Foi transportada com vida para o Hospital Dr. Nélio Mendonça, embora esteja com o prognóstico muito reservado.