Repórter agredido a soco e pontapé em festejos do Benfica no Funchal

O Sindicado dos Jornalistas denuncia em comunicado que no último sábado “o repórter de imagem Miguel Lira, ao serviço do canal de Televisão Correio da Manhã TV, foi agredido, a soco e a pontapé, na Avenida do Mar, durante os festejos do Benfica”.

Segundo a nota de imprensa, “no decorrer da reportagem da equipa da CMTV um dos adeptos que aparentava estar embriagado começou por dizer ao repórter de imagem que não gostava da CMTV e na sequência disso usou palavras ofensivas acabando por dar um soco no operador de câmara fazendo-o cair no chão”.

Lê-se ainda que “na sequência da queda a câmara de filmar, com custo estimada em 10 mil euros, ficou danificada”.

“O agressor ainda tentou retirar o microfone ao jornalista acompanhado pelo repórter de imagem e atirá-lo para o chão, mas foi impedido por um homem que defendeu os dois profissionais da CMTV”, acrescenta o SJ.

Assim sendo, o “repórter do canal de televisão teve de receber tratamento hospitalar no serviço de urgência do Hospital Dr. Nélio Mendonça no Funchal”.

“A PSP foi chamada ao local e transportou o alegado agressor para a Esquadra onde foi identificado”, refere.

“O Sindicato dos Jornalistas (SJ) condena energicamente esta ação de violência contra jornalistas no exercício da sua atividade profissional e esta tentativa de obstrução ao exercício dos direitos de informar e ser informado consagrados na Constituição e na lei”, conclui.