PSP-Madeira regista 77 acidentes e 13 detenções por excesso de álcool

Iolanda Chaves

A PSP da Madeira registou esta semana 77 acidentes de viação e 13 detenções por condução sob efeito de álcool.

De acordo com o relatório semanal da PSP Madeira, no período compreendido entre os dias 5 e 11, ocorreram um total de 77 acidentes de viação na R.A.M., distribuídos pelos concelhos do Funchal (43), Câmara de Lobos (7), Ribeira Brava (2), Ponta do Sol (2), Calheta (3), Porto Moniz (1), São Vicente (2), Santana (2), Machico (3), Santa Cruz (11) e Porto Santo (1).

Este número de sinistros resultou num total de dois feridos graves (Santa Cruz) e 24 feridos ligeiros (14 no Funchal, 1 em Câmara de Lobos, 2 em Porto Moniz, 2 em São Vicente, 1 em Santana, 2 em Machico e 2 em Santa Cruz.

Houve um atropelamento, 52 colisões, 17 despistes e sete outros acidentes não especificados no comunicado, da responsabilidade do comandante regional Luís Filipe Simões.

"Na presente semana registamos um aumento de 9 acidentes de viação relativamente à semana anterior, sendo que tambémaumentaram o número de feridos graves e de feridos ligeiros (mais 3 respetivamente). Analisando as causas destes acidentes verificamos um aumento do número de colisões (mais 2, dos despiste (mais 3) e uma diminuição dos atropelamentos (menos 2)", refere a PSP.

Durante o mesmo período, a polícia realizou uma série de operações de fiscalização rodoviária, que resultaram em 13 detenções por condução sob o efeito do álcool (6 no Funchal, 5 em Câmara de Lobos, 1 na Ribeira Brava e 1 em Santa Cruz) e duas detenções por falta de habilitação para a condução no Funchal e na Ribeira Brava.

Dada a existência de um aviso de forte agitação marítima, ventos e precipitação para o presente fim-de-semana na Região Autónoma da Madeira, a PSP aconselha os condutores a evitarem as vias de trânsito junto à orla costeira, limitando a circulação automóvel ao indispensável.

"Deverá ser dada especial atenção à condução em condições climatéricas adversas, moderando a velocidade em função não só da sinalização existente como também da visibilidade e condições da via. Por último recomendamos o acompanhamento da situação prestando atenção às comunicações do Serviço Regional de Proteção Civil", reforça a PSP.