Simulacro de incêndio levou à evacuação do Madeira Shopping

Cláudia Ornelas

Como tem vindo a acontecer nos últimos anos, o centro comercial Madeira Shopping foi esta manhã palco de um simulacro, organizado pela administração do centro em coordenação pelo Serviço Municipal de Proteção Civil.

Um incêndio que deflagrou numa das unidades de restauração, foi o cenário criado para o evento, incêndio este que provocou duas vítimas, na casa dos 50 anos, uma mulher com uma lesão na coluna e um homem com uma fratura num membro inferior, referiu ao JM o comandante da operação Jorge Sousa, do Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal.

O incêndio foi fictício, mas o aparato foi real, uma vez que o centro comercial deu o alerta à população (com indicação de simulacro) para que evacuasse o centro, no qual foi também encerrado o parque de estacionamento.

Desde a capela de Santo Amaro e na rua que circula todo o edifício, o trânsito esteve fechado, uma ação a cargo da PSP Madeira.

Cerca de 20 bombeiros de ambas as corporações funchalenses, Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal e Bombeiros Voluntários Madeirenses, marcaram presença no local, transportados em quatro viaturas.

Apesar de, no exercício, as vítimas terem sido colocado numa ambulância com o intuito de serem transportadas para o Serviço de Urgência do Hospital Dr. Nélio Mendonça, não houve feridos a registar desta ocorrência.