Mulher entra em paragem cardiorrespiratória e morre na Ribeira Brava

Romina Barreto

É o segundo caso de doença súbita do dia que termina da pior forma. O primeiro noticiado hoje ocorreu nas Feiteiras, São Vicente.

Uma mulher, cuja idade não foi possível apurar, morreu em São Paulo, na Ribeira Brava ao início da tarde deste domingo, por volta das 12h00.

A mulher foi acometida por doença súbita quando chegou a casa, no sítio das Fontes, vinda do supermercado.

Os Bombeiros Mistos da Ribeira Brava e Ponta do Sol foram mobilizados, tal como a EMIR, mas já nada foi possível fazer para reverter a situação.

A PSP tomou conta da ocorrência.

Este é o terceiro caso de doença súbita ocorrido este fim-de-semana.

O primeiro caso reporta-se a este sábado quando uma turista continental se sentiu mal no Miradouro das Cabanas, Arco de São Jorge. Morreu a caminho do Hospital. Releia, aqui.

O segundo aconteceu também no dia de hoje, quando um homem, na casa dos 50 anos, entrou em paragem cardiorrespiratória no sítio das Feiteiras, São Vicente. Viria a falecer no Hospital. Releia, aqui.