Alemãs encontradas em hipotermia pretendiam fazer caminhada quando ficaram incontactáveis

Romina Barreto

Conforme avançou o JM, ao início desta manhã, foram encontradas as turistas que estavam desaparecidas. Conhecem-se, entretanto, novos detalhes.

Ao contrário do que informámos numa fase inicial, sabe-se agora que eram apenas duas as cidadãs de nacionalidade alemã (não três) que estavam perdidas na sequência de uma caminhada nas serras da Madeira.

As mulheres estavam a passear e preparavam-se para fazer o percurso entre a Encumeada e a Bica da Cana quando ficaram incontactáveis, tendo passado a noite ao relento.

Conforme adiantou Manuel Filipe, presidente do IFCN – Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, as germânicas “foram encontradas bem”, embora apresentassem sinais de hipotermia.

A mesma fonte explicou ao Jornal que as buscas tiveram início na noite de ontem, depois do alerta ter sido dado pela Proteção Civil.

Para o resgaste foram designados quatro elementos da Polícia Florestal, apoiados no terreno pela Corporação de Bombeiros da Ribeira Brava, garantiu o dirigente do IFCN ao JM.

Todavia, não temos informação se, depois de encontradas esta manhã na zona da Bica da Cana, as turistas foram ou não encaminhas para unidade hospitalar.