Notícia JM: vítimas de Santana eram emigrantes de férias na ilha

Populares de Santana chocados com duplo homicídio e um ferido em estado grave 

Os vizinhos da casa onde esta noite aconteceu um duplo homicídio estão chocados com as notícias e não querem falar sobre o caso, conforme constatou a equipa de reportagem do JM no local.

Não se sabe ainda quais as razões do crime nem exatamente como aconteceu. O que se sabe é que a localidade está chocada com este caso que fez duas vítimas mortais e deixou um terceiro em estado grave na Unidade de Cuidados Intensivos do hospital.

Sabe-se também que as duas vítimas mortais, mãe e filha, estavam em Santana de férias. A mãe é emigrante em França, juntamente com o pai, a vítima que está em estado grave. Segundo apurou o JM, a filha vive habitualmente no Algarve e estava na Madeira também de férias.

O suspeito, detido pouco depois pela PSP, é um homem com cerca de 50 anos de idade, conhecido na zona por apresentar alegadas perturbações. 

O crime aconteceu pela meia-noite e terá envolvido arma de fogo. Pouco depois era divulgada a morte da mãe e da irmã do suspeito. O pai, incialmente também apontado como vítima mortal, foi recolhido ainda com vida e deu entrada no hospital com um quadro reservado.

 

Miguel Silva, Iolanda Chaves e Joana Sousa