Homicídio na Rua das Hortas: "Ele morreu a olhar para mim"

"Ele morreu a olhar para mim". A frase é do proprietário do estabelecimento sobre a vítima mortal, cliente da casa há mais de 20 anos e "nada conflituoso".

O homem, conhecido como Carlão, teve morte imediata depois de ter sido atingido por um tiro na zona do peito.